“Há algumas semanas, antes de sair para o Bom Retiro – onde fica meu ateliê –, encontrei um espartilho velho e rasgado no meio de umas sacolas que eu não abria há um certo tempo.

Inevitável não lembrar do encantamento e da fantasia que sempre tive ao experimentar, escondido, quando criança, as roupas de minha mãe (talvez muitos que estão aqui se identifiquem com isso). Nesse dia, ao encontrar tal peça, quis resgatar essa fantasia e o desejo que por tanto tempo tive reprimido. Por isso, vesti o espartilho. Mas, dessa vez, não me escondi como fazia antes. Dessa vez, fui para a rua. A pé pelo Centro de São Paulo. De barba e espartilho.

Me senti livre, e era como se fosse a libertação de um velho sonho de criança. Junto com a liberdade, veio a perplexidade de sentir o quanto um pedaço de tecido no seu corpo pode ser alvo das mais diversas reações e comentários. Por quê?

#temgaynafamilia #flaviodecarvalho #madonna #sonhosdecrianca #criancaviada #centrosp

Além de estilista, Gustavo Silvestre é um dos colaboradores do Coletivo MEL, um dos melhores blocos de rua do carnaval de São Paulo.

 

 

Fotos: Vtao Takayama e Danilo Sorrino