Cada certeza se torna uma possibilidade quando eles se perguntam "por que não?", e possibilidades infinitas é o que procuram. Acostumados a fazer mais perguntas que dar respostas, Brendon Xavier e Ricardo Boni repensam todas as certezas do mundo da moda através do seu projeto experimental Estileras. A começar pela básica: uma calça não é uma blusa.

"É só tecido, tem vários botões e o botão não precisa encaixar onde dizem que ele tem que encaixar"

Por que não fazer da calça uma blusa? Recortes, encaixes, rapidez e ânimo infinito guiam a dupla que levam as premissas da cultura trash e bem-humorada da internet para as ruas de São Paulo junto com suas experimentações. Peças sobrepostas, misturas inusitadas e Melissas desconstruídas são frutos das possibilidades criadas a partir de um 'não'. Um sapato não serve. E por que não? O que isso significa? Meu pé é grande demais? Eu tenho que me encaixar nele? Como ele pode se encaixar a mim? Encontrando soluções ao invés de respostas (como no caso de uma Melissa pequena demais), as Estileras propõem o questionamento através do estranhamento. Tirando todas as peças do contexto óbvio, elas não passam despercebidas. De casa para faculdade, da faculdade para a festa, da festa para o after, todas as rotas percorridas são palcos de performance e todos os olhares recebidos materializam o tal "por que não?". Aos que enxergam uma nova possibilidade, fica a diversão compartilhada, aos que temem, o dedo do meio. "Não me intimido mais".