Enquanto Aline Tima colocava uma balaclava em sua foto na fachada da Galeria Melissa, Daniella Tinório aparecia com um exército de meninas em vermelho sangue e Linn da Quebrada se preparava para um show em meio a Melissas e convidados. Assim começava a inauguração da loja dos refletores.

 

Agora, dentro da galeria, temos um espaço dedicado á venda das produções artísticas dos 9 refletores. Fotografias e colagens de Zé Vicente, peças exclusivas das gêmeas Okereke para a Expensive $hit, camisetas e jaquetas da Cemfreio, acessórios de fibra de vidro do Pistache Ganache e tramas de Alexandre Heberte estão entre os produtos disponíveis. 

 

Tracie e Tasha com as peças customizadas para a Expensive $hit

 

A exposição dos produtos é uma forma de celebrar a participação dos artistas no projeto e materializar ao público um pouco de seu trabalho. A tal necessidade do toque nas relações, é bonito conseguir encostar, com as próprias mãos, em algo e vê-lo tão perto de você. As cores e entrelaçamentos das peças da TRICOMA, a complexidade das produções das Estileras ou o tecido maleável dos macacões DMAMACITA, estão todos no mesmo plano. Em meio à votação e a continuidade do trabalho de cada um, reunir todos em um só lugar e rever a pluralidade do grupo é tão prazeroso quanto nostálgico. Ninguém quer que acabe.

Zé Vicente e suas colagens

Estileras com suas experimentações

 

 

Martina Brusius e André Romitelli com objetos e acessórios do Pistache Ganache

 Apolinário e as peças da Cemfreio

 

 

 

Daniella Tinório e a coleção Sangue de Todas da DMAMACITA

Aline Tima e seu time da TRICOMA

 

 

 

 

 

 

Alexandre Heberte, suas tramas e tecidos

Linn e sua atual forma de expressão, pela voz

 

 

Os produtos estarão disponíveis na Galeria Melissa até março de 2017

 

 

 

Todos os refletores estão participando da Votação Meio-Fio

 

Depois das trocas de inspirações, histórias e experiências chegamos a uma nova fase do Melissa Meio-Fio: a exposição de ideias. Os Refletores foram convidados a desenvolver um projeto autoral que revelasse suas singularidades e devolvesse um pouco da força criativa que São Paulo oferece diariamente. Orientados por um Conector, eles receberam a chance de olhar para si mesmos, suas expressões e potências e criarem algo que refletisse seu percurso até aqui.

 

Descubra os projetos e vote no seu favorito, 3 deles serão escolhidos e materializados em 2017

 

 

 

 

 

Fotos: Carolina Krieger